Núcleos e Grupos de Pesquisa

NÚCLEOS E GRUPOS DE PESQUISA DO PPGSS
Linha de Pesquisa 1 – DIREITOS, SOCIEDADE CIVIL, POLÍTICAS SOCIAIS NA AMÉRICA LATINA
1.1) Direitos humanos, pluralismo e democracia

Linha de Pesquisa 1 – Direitos, sociedade civil, políticas sociais na América Latina

O Grupo de Pesquisa desenvolve atividades com o objetivo geral de analisar criticamente as abordagens teóricas do interculturalismo e as construções jurídico-políticas do novo constitucionalismo latino-americano enquanto possibilidades para a compreensão e gestão da pluralidade de sistemas jurídicos em relação à defesa dos direitos humanos e da democracia. Assim, as pesquisas nucleadas no grupo abordam temas vinculados ao estudo do surgimento teórico-político dos direitos humanos na Europa ocidental na passagem das formações sociais medievais para as modernas; a difusão do discurso dos direitos humanos em Ocidente a partir da Revolução Francesa e a sua consolidação nas declarações e constituições nacionais de América Latina a partir do século XIX; o pluralismo jurídico e as respostas teóricas para a sua compreensão e gestão: o multiculturalismo e o interculturalismo e as respostas jurídico-políticas para a mesma questão contidas no novo constitucionalismo latino-americano e nas políticas públicas decorrentes.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/669530

María del Carmen Cortizo

Temas de pesquisa: fundamentos teóricos e históricos dos direitos humanos; recentes perspectivas sobre os direitos humanos em relação ao reconhecimento da pluralidade cultural e jurídico-normativa; cultura política; cultura jurídica.

1.2) NECAD (Núcleo de Estudos da Criança, Adolescente e Família)

Linha de Pesquisa 1 – Direitos, sociedade civil, políticas sociais na América Latina

O NECAD foi formado e credenciado pelo CNPq em 1995, desenvolve suas atividades de pesquisa e extensão no âmbito da temática da criança, adolescente e família, desde as políticas sociais à intervenção profissional do assistente social nestas áreas. Mantém parceria com o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Criança e o Adolescente (NCA) do Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e articulação com o Núcleo de Relações de Gênero e Família da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Possui atuação na implantação, controle e avaliação de políticas públicas mediante: a representação no GT Estadual do Plano Nacional de Promoção, Proteção e Defesa do Direito de Crianças e Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária. Além disso, tem sido referência para a capacitação de profissionais que trabalham nas áreas de família, criança e adolescente.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/9984488904227420

Carla Rosane Bressan e Andréa Márcia Santiago Lohmeyer Fuchs

Temas de pesquisa: Criança, adolescente e família: Políticas sociais e intervenção profissional; Educação, cidadania e direitos; Família: violência familiar e regulação pública.

Mais informações em: http://necad.paginas.ufsc.br/

1.3) NESPP (Núcleo de Estudos e Pesquisas Estado, Sociedade Civil e Políticas Públicas e Serviço Social)

Linha de Pesquisa 1 – Direitos, sociedade civil, políticas sociais na América Latina

O NESPP foi formado em 1995 e é credenciado pelo CNPQ. O núcleo tem por objetivo desenvolver estudos, pesquisas e produção do conhecimento sobre Estado, sociedade civil, as políticas sociais no âmbito da seguridade social, os direitos sociais, regiões de fronteiras e suas particularidades, os processos de formulação, implementação e avaliação das políticas sociais.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4412460335757793

Helenara Silveira Fagundes e Vera Maria Ribeiro Nogueira

Temas de Pesquisa: Estado, sociedade civil, politicas sociais, regiões de fronteira, migração, direitos sociais, planejamento, implementação e avaliação de políticas sociais.

1.4) NESSOP (Núcleo de Estudos em Serviço Social e Organização Popular)

Linha de Pesquisa 1 – Direitos, sociedade civil, políticas sociais na América Latina

O Núcleo de Estudos em Serviço Social e Organização Popular (NESSOP) foi fundado em 1992 e credenciado no Diretório de Pesquisa do CNPq em 2006. O Núcleo configura-se como um espaço acadêmico de ensino, extensão e pesquisa do Serviço Social, comprometido com as demandas sócio-políticas dos sujeitos coletivos na luta por direitos e politicas sociais universalizantes. As atividades de ensino, extensão e pesquisa visam subsidiar a formação da graduação e da pós-graduação, construir saberes teórico-operativos para alimentar o exercício profissional do Serviço Social, a pauta das lutas sociais por direitos e democracia especialmente por meio dos projetos de extensão. Em termos teóricos categoriais o NESSOP se pauta pelo estudo e debate de temas do Estado, da democracia, politica social, movimentos sociais e práticas participativas institucionalizadas, sujeitos coletivos e autonomia, formação e exercício profissional do Serviço Social na defesa do projeto ético político profissional. Assim, os projetos do NESSOP desde 2018 vem se pautando nos temas do direito a cidade, feminismo, organização política das mulheres, defesa do SUS público, universal, participativo com gestão estatal; cultura política, formação política de sujeitos sociais que atuam nos movimentos sociais, entidades comunitárias, conselhos, fóruns e coletivos. Destacam-se as reedições do projeto já com uma década de vida: Curso de Formação Permanente: Ações Coletivas, Democracia Participativa e Direitos Sociais.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1793830424642193

Tânia Regina Krüger e Maria Teresa dos Santos

Temas de pesquisa: Participação popular e políticas sociais; Serviço Social e Processos Político Organizativos; Trabalho, Feminismo e Serviço social.

1.5) NISFAPS (Núcleo de Pesquisa Interdisciplinar Sociedade, Família e Política Sociais)

Linha de Pesquisa 1 – Direitos, sociedade civil, políticas sociais na América Latina

O NISFAPS reúne professores, alunos de graduação e pós-graduação e profissionais de diferentes áreas, que buscam produzir conhecimento e torná-lo acessível aos interessados na temática da política social e da família. Na atualidade as políticas sociais e suas interfaces com temas como a família, o trabalho e os aspectos demográficos tem mobilizado estudiosos no intuito de produzir conhecimentos voltados a qualificar intervenções profissionais desempenhadas no âmbito dessas políticas. Os objetivos do Núcleo centram-se em: a) realizar pesquisas de forma interdisciplinar sobre diversos aspectos da política social e seus desdobramentos no âmbito da família e da sociedade e b) promover ações de extensão relacionadas a temática da política social e suas interfaces com a família. Pesquisar políticas sociais como saúde e assistência social e sua relação com a família, o trabalho e os serviços, requer múltiplos olhares, buscados em diferentes campos como: serviço social, economia, ciências sociais, enfermagem, psicologia, entre outros. Além das trocas interdisciplinares, este núcleo tem realizado atividades de pesquisa e eventos com outros núcleos e grupos de pesquisa de universidades como a PUC/SP, a UEL e a UFPI.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4992128132520477

Liliane Moser e Carmen Rosario Ortiz Gutierrez Gelinski

Linhas de pesquisa: 1) Política social, família e trabalho e 2) Política social e serviços sociais.

Mais informações em: http://nisfaps.paginas.ufsc.br/

1.6) NUSSERGE (Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Saúde, Sexualidades e Relações de Gênero)

Linha de Pesquisa 1 – Direitos, sociedade civil, políticas sociais na América Latina

O NUSSERGE foi criado em 2000 com o nome de “Núcleo de Estudos e Pesquisas em Serviço Social e Relações de Gênero”, pela Prof.ª Dra. Teresa Kleba Lisboa (aposentada pelo Departamento de Serviço Social/UFSC. 1992 – 2018). A partir de 2019, a coordenação passou para a Prof.ª Dra. Luciana Patricia Zucco, havendo a mudança de nome para: “Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Saúde, Sexualidades e Relações de Gênero”/NUSSERGE. Desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão no campo dos estudos feministas e de gênero, com destaque às áreas de gênero e suas interseccionalidades – identidade de gênero, sexualidade, raça/etnia, classe, gerações, entre outras. Os eixos que estruturam o Núcleo são: compromisso com as políticas públicas de gênero; dimensão interdisciplinar [Programa de Pós Graduação em Serviço Social (PPGSS/CSE/UFSC) e Programa de Pós Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH/CFH/UFSC), integrando o Instituto de Estudos de Gênero (IEG/UFSC)]. Dentre os objetivos, destacamos: contribuir para a construção do conhecimento segundo os estudos feministas e de gênero; promover subsídios para a implementação de políticas públicas voltadas à equidade de gênero, com destaque ao enfrentamento à “violência de gênero” nas suas diferentes expressões; congregar a participação de estudantes de graduação e de pós-graduação, bem como de profissionais das redes de políticas sociais públicas nas discussões sobre Serviço Social, estudos feministas e de gênero e interseccionalidades; proporcionar o intercâmbio entre pesquisadoras e pesquisadores de outras instituições.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/8011958366593693

Luciana Patrícia Zucco e Teresa Kleba Lisboa

Temas de pesquisa: violências de gênero (mulher, LGBT; tipos; homens autores de violência); decolonialidade; saúde sexual; saúde reprodutiva; sexualidade; migrações transnacionais e mulheres; Serviço Social e estudos feministas; saúde e diversidade sexual; trabalho e saúde mental; gênero, raça/etnia e classe em interseccionalidade; gênero, corpo e identidade; feminização da pobreza; gênero e meio ambiente.

Linhas de pesquisa: 1) Estudos Feministas, Gênero, Sexualidade, Saúde Sexual e Saúde Reprodutiva; 2) Serviço Social, Interseccionalidades e Violências de Gênero e 3) Gênero e Meio Ambiente, Desastres Socioambientais e Interdisciplinaridade.

 

NÚCLEOS E GRUPOS DE PESQUISA DO PPGSS
Linha de Pesquisa 2 – SERVIÇO SOCIAL, ÉTICA E FORMAÇÃO PROFISSIONAL
2.1) GEPSS (Grupo de Estudos e Pesquisas em Serviço Social)

Linha de Pesquisa 2 – Serviço social, ética e formação profissional

É inegável o crescimento teórico-metodológico do Serviço Social na atualidade, reconhecido pela expressiva quantidade e qualidade de pesquisas e publicações. Crescimento também ético-político ao explicitar uma perspectiva crítica fundada na historicidade das relações sociais de produção nas sociedades capitalistas contemporâneas e na defesa dos direitos sociais. Como outras áreas de conhecimento, as conquistas e respostas profissionais são desafiadas, diante do movimento da sociedade e suas necessidades. É este o ponto de partida do Grupo de Estudos e Pesquisas em Serviço Social (GEPSS), reconstruir caminhos teóricos e políticos, partindo de uma problemática que se faz no interior do próprio Serviço Social. Isto não significa fechar-se a questões exteriores, mas sim, abrir-se a partir de sua competência enquanto área de conhecimento, no sentido de afirmar e consolidar uma interlocução com outras áreas. Esta posição implica reconhecer uma problemática central em seus estudos e pesquisas: quais as respostas que o Serviço Social tem dado à formação profissional e ao exercício profissional? Reconhecida esta problemática é que se considera fundamental a discussão do Serviço Social enquanto objeto de pesquisa para produção de conhecimentos, para a qual o GEPSS direciona seus estudos e pesquisas:
Exercício profissional na contemporaneidade: estudo dos fundamentos teóricos e metodológicos do exercício profissional, e suas implicações éticas e políticas na construção de respostas às demandas societárias. Estudo da dimensão interventiva da profissão e suas respostas técnico-operativas. Estudo da intersetorialidade como eixo articulador teórico e político do exercício profissional.
Processos pedagógicos da formação profissional: estudo dos fundamentos teórico-metodológicos e ético-políticos nos processos pedagógicos de ensino do exercício profissional, com ênfase no estágio e supervisão. Estudo das estratégias pedagógicas e respostas curriculares à dimensão interventiva da profissão, em sua articulação entre a formação e o exercício profissional. Estudo da formação profissional como eixo articulador  do exercício profissional.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1396434363181099

Hélder Boska de Moraes Sarmento e Mariana Pfeifer Machado

2.2) NEPPI (Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Profissões e Instituições)

Linha de Pesquisa 2 – Serviço social, ética e formação profissional

O NEPPI está credenciado pelo CNPq desde 2002, reúne as atividades de pesquisadores dedicados ao estudo de uma das problemáticas que têm suscitado crescente interesse nas ciências sociais: o papel e os rumos que o saber técnico e as profissões do campo social estão seguindo no contexto das transformações institucionais da contemporaneidade. As principais repercussões dos trabalhos realizados pelos integrantes do grupo se manifestaram nos seguintes tipos de atividades: a) Ensino de graduação e de pós-graduação, com a participação de professores do NEPPI em disciplinas cujo conteúdo está especialmente dirigido a aspectos da temática central do grupo; b) Desenvolvimento de projetos de pesquisa que focalizam o estudo das relações entre práticas profissionais e instituições sociais nas áreas de saúde e do sistema judiciário; c) Participação na criação de espaços interdisciplinares para a análise de questões especificas, como seria o caso das profissões da área da saúde, junto a pesquisadores de outras unidades acadêmicas da instituição, da região e do país. Especialmente, destaca-se o papel desempenhado pelo NEPPI na criação e coordenação da Rede de Estudos e Pesquisas Socioculturais sobre Instituições Sociais e Práticas Profissionais, que conta com participação de pesquisadores de universidades da Argentina, Brasil e Uruguai.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/86156

Myriam Raquel Mitjavila e Simone Sobral Sampaio

Temas de pesquisa: Profissões, cultura e processos sociopolíticos no campo judiciário; Profissões, instituições e espaço social; Risco, cultura e sociedade: o papel do saber científico-técnico e das profissões no campo da saúde.

 

NÚCLEOS E GRUPOS DE PESQUISA DO PPGSS
Linha de Pesquisa 3 – QUESTÃO SOCIAL, TRABALHO E EMANCIPAÇÃO HUMANA
3.1) NEPTQSAL (Núcleo de Estudos e Pesquisa: Trabalho, Questão Social e América Latina)

Linha de Pesquisa 3 – Questão social, trabalho e emancipação humana

O núcleo tem por objetivo desenvolver estudos e pesquisas sobre trabalho e questão social no contexto latino-americano – orientados por uma apreensão crítica e histórico-dialética da realidade social -, relacionando-os às demandas teórico-metodológicas e ético-políticas do Serviço Social. Além dos estudos e pesquisas, o núcleo se propõe a realizar atividades de formação e eventos científicos para estudantes e professores da graduação e pós-graduação do PPGSS da UFSC, bem como para a comunidade em geral. No desenvolvimento de suas atividades procurará estabelecer parcerias com outros núcleos de pesquisa da UFSC e com outros similares de instituições de ensino nacionais e internacionais.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5242073628600524

Ricardo Lara e Jaime Hillesheim

NEPTQSAL: Programação de Estudos (2022)

3.2) VEIAS ABERTAS (Grupo de Estudos e Pesquisa Trabalho e Política Social na América Latina)

Linha de Pesquisa 3 – Questão social, trabalho e emancipação humana

Integrado ao Instituto de Estudos Latino-Americanos IELA/UFSC, existe como grupo de estudos registrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq desde 2010. Constituiu-se a partir da necessidade da análise das particularidades da produção e reprodução capitalista no continente, tendo como pressuposto analítico o legado teórico-político da Teoria Marxista da Dependência, bem como do estudo das condições concretas das políticas sociais na sociedade brasileira de modo particular e latino-americana de modo geral, tendo em vista inquirirmos sobre as possibilidades reais de ultrapassagem do eixo formal-abstrato dos direitos sociais no continente, na direção da mobilização protagônica das massas. Iniciou nova jornada de estudos dedicada aos temas da questão agrária e indígena, de forma a subsidiar os novos projetos de doutorado e de assegurar maiores aportes para desenvolvimento do projeto de extensão “Indígena Digital”, do Edital do Ministério das Comunicações.

Diretório dos Grupos de Pesquisa: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3390573969315634

Beatriz Augusto de Paiva e Dilceane Carraro

Mais informações em: http://www.iela.ufsc.br/veias-abertas